sábado, 23 de fevereiro de 2013



Sou...
sou apenas um sonho,
quando te acordo dentro da noite louca,
quando você se aperta mais a mim,
se os nossos corpos exaustos estão jogados na cama.

Sou...
sou apenas um sonho,
pela manhã você se lembra em vagas,
mas estive ao seu lado nessa noite,
e quando você disse meu nome,
ainda tonta de sono.

Sou...
sou apenas um sonho,
o sonho que nos leva ao inferno,
que nos traz ao céu..
Mordo a sua boca e grito dentro dela,
- Te amo!

Luiz wood

Um comentário:

  1. Quanta ausência...
    Mais entendi... seja feliz...

    ResponderExcluir